LENTE XF

LENTES FUJINON XF16-55 mm F2.8 R LM WRNova

 

Dave Kai Piper

Biografia do fotógrafo

Há alguns anos, ideias e imagens foram criadas para oferecer Retratos baseados em Moda para uma ampla gama de clientes. Dave Kai Piper escreveu para uma ampla gama de blogs e revistas sobre fotografia e pós-processamento

Sobre este projeto

Fomos convidados a desenhar, fotografar e preparar imagens de moda para testar e mostrar a nova teleobjetiva média constante F2,8 da Fuji.

Fizemos duas fotografias enquanto testávamos a nova lente, na primeira utilizamos o impressionante Castelo de Kenilworth como segundo plano deslumbrante para Bronte e Luke, pois estávamos fotografando uma história com tema de moda festiva. O segunda fotografia era muito mais simples em desenho e natureza. Meu bom amigo Jodi e eu apenas pegamos a câmera, dirigimos-nos a uma loja, pegamos alguns itens divertidos e tivemos um desafio fotográfico simples. Tínhamos £ 40 para gastar e isto desafiou-nos a fotografar com o orçamento e obter 8 imagens.

Fotografamos beleza, paisagem, moda, cidade e todos os tipos de estilos. De grandes fotografias planejadas em Kenilworth a apenas tirar a foto e seguir. A lente foi perfeita e me deu muita confiança para andar em qualquer situação e lidar com ela. A lente é tão nítida bem aberta e limpa nas bordas que dá a confiança para trabalhar criativamente. Quando você está fotografando com uma boa lente você esquece que está lá e se torna uma extensão da sua câmera e parte do fluxo.

A qualidade da imagem é naturalmente importante e a lente oferece um ponto em cada imagem obtida que você sabe que vai ser nítida, em foco e será do jeito que você quer. A lente dá um tom maravilhoso e é super fácil de jogar com a profundidade das imagens devido ao fato de que esta é uma lente F2,8 constante.

Estilo e Créditos Criativos:

  • Fotógrafo: Dave Kai Piper
  • Estilo: Ideias e Imagens
  • Composição e Aparência: Penny Grimley usando composição MAC
  • Localização: Castelo de Kenilworth com agradecimentos ao Patrimônio Inglês
  • Assistentes: Matthew Maddock e Darren Lee
  • Modelos: Luke Grimley da W Athletic, Bronte Sumner da Boss Management , Jodi Lakin da Alan Sharman
  • Câmera: Câmeras Signature FUJIFILM X-Pro
  • Bolsas: Bolsas para câmeras Domke

Depoimento do fotógrafo

Pessoalmente, a Fuji fez um trabalho incrível e continua fazendo um trabalho incrível com a extensão da gama de lentes de abertura X-System para muitos fotógrafos diferentes que possuem necessidades diferentes. Tenho tanto a teleobjetivas médias de 16-55 mm como as de 18-55 mm e ambas são muito boas, mas as lentes são feitas para diferentes usos. Enquanto as distâncias focais podem ser as mesmas o que é a única coisa que une as lentes. A 16-55 mm é projetada para ser a melhor lente possível e possui as propriedades que vêm com uma lente projetada para ser perfeita opticamente. Por ser uma lente F2,8 constante, afetará o preço, peso e tamanho, estas características são importantes, mas depois da qualidade óptica da lente. A 18-55 mm foi projetada para equilibrar as necessidades de todos os usuários criando um pacote menor e mais leve.

Trabalhos do fotógrafo

 

Chris Weston

Biografia do fotógrafo

Chris Weston tornou-se fotógrafo profissional da vida selvagem em 2001 a fim de seguir a sua paixão por aquilo que ele descreve como "o comportamento extraordinário da vida selvagem". Sua abordagem contemporânea à fotografia levou uma revista de Fotógrafo Amador a descrevê-lo como "Um dos fotógrafos da vida selvagem mais dinâmicos da atualidade." Ele é especialista em fotografar mamíferos e espécies ameaçadas de extinção e é conhecido pela sua capacidade de se conectar com a vida selvagem e revelar as personalidades frequentemente escondidas de seu ramo através de suas imagens.
Seu trabalho é publicado no mundo todo, com clientes como a BBC, ITV, The Daily Telegraph, The Independent, The Guardian e National Geographic. Suas 2011 imagens foram selecionados pela revista The Sunday Times por sua característica intitulada "Melhores Fotografias de Animais do Ano"

Depoimento do fotógrafo

As lentes XF 16-55 mm f/2.8 resistentes às intempéries da FUJIFILM fazem jus à expectativa. Com um novo tipo de nano-revestimento que reduz a refração, a excelência óptica da lente corresponde a suprema qualidade "Eu vim para confiar nas melhores lentes Fujinon". Ao fotografar aves de rapina em uma falcoaria local, fiquei surpreso com a profundidade de detalhes, nitidez e contraste das imagens pré-processadas. Ela parece ótima na mão. A abertura e os anéis de foco fornecem confiança quando eu mais preciso, enquanto a qualidade de construção excede minha necessidade de exigência para o equipamento que pode lidar com os ambientes mais extremos e agressivos. E, mesmo com a abertura rápida de f/2,8, ainda é compacta o suficiente para viajar. Esta é uma lente que faz jus à lenda Fuji.

Trabalhos do fotógrafo

 

Flemming Bo Jensen

Filme

Biografia do fotógrafo

Flemming Bo Jensen é músico e fotógrafo de eventos da Dinamarca. Ele fotografa há 10 anos e utiliza as câmeras Fuji X desde maio de 2011. Ele vive como um nômade e viaja o mundo de forma contínua. Ele pode, contudo, ser sempre encontrado em Copenhague, durante os meses de Verão, desfrutando dos festivais de música.

Sobre este projeto

Zouk Singapore é uma casa noturna lendária classificada como uma das 5 casas de alto nível no mundo. Para um fotógrafo musical é um lugar extremamente excitante para fotografar, o som, os visuais, o leiaute e as pessoas de Zouk estão entre os melhores do mundo. Este projeto foi criado ao longo de duas noites de fotografias em Zouk Singapore.

Depoimento do fotógrafo

A qualidade de imagem da XF16-55 é incrível, em nível com a melhores lentes de distância focal fixa XF. O foco automático é impressionantemente rápido, possivelmente, o foco automático mais rápido em qualquer lente Fuji que testei. Achei que a F2,8 constante rápida o suficiente para fotografar, mesmo em uma boate escura, e a qualidade da imagem é excelente, mesmo usada toda em aberto. É uma sensação diferente usar uma teleobjetiva maior do que as Fujinon que uso normalmente em casas noturnas, a teleobjetiva é mais pesada e maior. Mas ainda é leve o suficiente para ser usada em muitas horas de fotografia sem se cansar. E é muito mais leve do que as lentes equivalentes em um formato de 35 mm de enquadramento total. A qualidade de construção é fantástica, tanto a teleobjetiva como o anel de foco possuem uma sensação de muito alta qualidade. A XF16-55 é uma lente versátil incrível para todos os fins.

Trabalhos do fotógrafo

[Fotografia] Amostra de imagens

Eu queria capturar a sala principal da Zouk, a luz e as cores incríveis e ação. Esta imagem eu fiz quando a pista de dança foi altamente embalada no horário de pico. Encontrei o meu lugar e esperei o momento perfeito de luz e ação.

[Fotografia] Amostra de imagens

Esta imagem foi feita na "sala Phuture" na Zouk. Por estar perto da cabine do DJ, eu queria capturar uma imagem do DJ, os dançarinos e as projeções de vídeo. O foco automático rápido significava que eu poderia capturar a dança em foco perfeito. O perfil da câmera Velvia assegurou um alto contraste e cores vivas.

[Fotografia] Amostra de imagens

Na segunda noite de fotos na Zouk, a principal pista de dança estava cheia e eu queria capturar as pessoas que dançavam nos pódios. Mais uma vez eu encontrei a minha posição e esperei o momento perfeito.

[Fotografia] Amostra de imagens

A pista principal de dança da Zouk tem vários níveis. Aqui estou de pé na parte de trás da sala no nível 1, olhando para a pista de dança. A capacidade da teleobjetiva de 16-55 significava que eu ainda poderia capturar a pista de dança em ação me afastando mais. Então, esperei pelo feixe de luz perfeito para fotografar as dançarinas nos pódios.

[Fotografia] Amostra de imagens

Esta imagem foi feita na sala subterrânea Velvet da Zouk. Esta sala é incrivelmente escura e a lente foi testada na sua capacidade de fazer imagens no escuro. A abertura F2,8 foi rápida o suficiente para ainda produzir imagens de alta qualidade aqui. Por causa do leve peso e pequeno tamanho da minha X-T1 com sua lente de 16-55 e tela dobrável, pude segurar a câmera acima de minha cabeça e produzir esta imagem.

[Fotografia] Amostra de imagens

De volta à sala principal da Zouk, o desafio era capturar close-ups de pessoas dançando e temporizar isto com a luz do laser. Esta imagem foi feita de pé atrás das dançarinas em um pódio, apontando para cima e temporizando a imagem com os feixes de laser.

 

Arlindo Namour Filho

Biografia do fotógrafo

Meu nome é Arlindo Namour Filho. Sou fotógrafo profissional desde 1995, mas faço parte de uma família de fotógrafos com 50 anos de tradição. Sou o primeiro fotógrafo de casamentos a passar para o trabalho 100% sem espelho na América do Sul. Fotografo casamentos, retratos e faço fotos de rua. Como fotógrafo de casamentos, trabalhei em todo o Brasil e também na Argentina, Uruguai, França, Portugal, Itália, Paraguai e EUA.

Desde 2013, quando comprei minha primeira câmera série X e passei a usar CSC, descobri que não estava apenas trocando de ferramenta, mas também mudando toda minha fotografia. A FUJIFILM, com um equipamento portátil e de alta qualidade, recuperou meu prazer de ser fotógrafo.

www.namourfilho.com
www.ehnamour.com
instagram.com/namourfilho

Depoimento do fotógrafo

Sou realmente fã das câmeras FUJIFILM série X. Primeiro usei as X100s, depois a X-E2 e a X-T1 com quase todas as lentes Fujinon. Tenho um blog para fotógrafos e escrevo críticas sobre câmeras e lentes. Isto é bom porque me faz pisar no acelerador até o limite.

Desde meus tempos de DSLR, parei de usar as lentes zoom por dois motivos: muito peso para carregar (muita dor nas costas) e a melhor qualidade que eu poderia obter com lentes primárias. Baseado na minha experiência calejada, realmente não acreditei no pleno potencial dessas lentes zoom Fujinon.

A XF16-55 mm foi uma boa surpresa. É um burro de carga e resistente à água. Não é pesada, mas é robusta e bem fabricada. Com o alcance de 24 mm a 83 mm (equivalente em 35 mm), tenho quase tudo de que preciso para meus casamentos, retratos e fotos de rua.

Fiquei muito impressionado com a qualidade da imagem, a nitidez e o desempenho com lindas cores. Foi a primeira lente zoom que testei com uma qualidade verdadeiramente de lente primária. O casamento perfeito entre o famoso sensor X Trans e um vidro excelente.

Trabalhos do fotógrafo

[Fotografia] Amostra de imagens

Adoro misturar luz ambiente com luz de LED com filtro laranja. O sensor X Trans me oferece um arquivo limpo mesmo com alto ISO e, o que é mais importante, fidelidade de cores. Os tons de pele são muito reais e imprimem melhor. Este momento foi imortalizado quando a noiva estava aguardando a cerimônia dentro do carro. Ela estava nervosa e eu estava fotografando da janela onde poderia diminuir um pouco o alcance e preencher o quadro.

Câmera: X-T1
Lente: XF16-55mm f/2.8 a
42,7 mm (em 35 mm: 64,0 mm)
Prioridade de abertura
Velocidade do obturador: 1/140 s
Abertura: f/2.8
ISO: 2500
Fonte de luz: luz ambiente + luz de LED
Balanço de branco: automático

[Fotografia] Amostra de imagens

Esse foi meu primeiro teste com a XF16-55 mm f/2.8. Foi um desfile de noivas e eu tive que usar um alto ISO para obter uma velocidade maior do obturador. A versatilidade desse zoom é ótima em situações como essa. Especialmente nesta imagem, usei o alcance em 55 mm (equivalente a 83 mm em 35 mm). Congelei a cena e mantive os detalhes.

Câmera: X-T1
Lente: XF16-55mm f/2.8 a
55,0 mm (em 35 mm: 83,0 mm)
Prioridade de abertura
Velocidade do obturador: 1/350 s
Abertura: f/3.6
ISO: 2500
Fonte de luz: luz ambiente
Balanço de branco: automático

[Fotografia] Amostra de imagens

Em primeiro lugar, tenho uma boa estabilidade manual e por isso uso um ISO baixo a 640 e fixo a velocidade do obturador em 1/50 segundos. Adoro as cores FUJIFILM do sensor X Trans. Para mim, ele é imbatível. Esta lente para retratos é versátil e, com um alcance máximo de 55 mm (equivalente a 83 mm em 35 mm), consigo tirar uma foto como esta. Nesta sessão, tentei vários alcances e em todos consegui bons resultados.

Câmera: X-T1
Lente: XF16-55mm f/2.8 a
55,0 mm (em 35 mm: 83,0 mm)
Prioridade de abertura
Velocidade do obturador: 1/50 s
Abertura: f/2.8
ISO: 640
Fonte de luz: luz ambiente
Balanço de branco: automático

[Fotografia] Amostra de imagens

Nesta imagem, abri a 16 mm (equivalente a 24 mm em 35 mm) e coloquei a modelo no canto do quadro. Minha imagem não foi afetada, há muito pouca distorção e inúmeros detalhes com reprodução de cores reais. Neste ponto, é bom ter um zoom com qualidade superior de imagem. Você faz toda uma sessão de fotos levando uma única lente.


Câmera: X-T1
Lente: XF16-55mm f/2.8 a
16,0 mm (em 35 mm: 24,0 mm)
Prioridade de abertura
Velocidade do obturador: 1/2700 s
Abertura: f/2.8
ISO: 1250
Fonte de luz: luz ambiente
Balanço de branco: automático

[Fotografia] Amostra de imagens

Adoro fotografia de rua e sempre levo comigo pelo menos duas lentes com alcances diferentes. Com a XF16-55 mm f/2.8 não tenho esse problema: levo apenas uma lente e o corpo. É uma lente leve, com apenas 23,10 oz. Em abertura grande de 16 mm, posso trabalhar as linhas dos prédios e ver os detalhes e o excelente alcance dinâmico deste sensor. Mantenho todas as informações em alta luz e sombras, sem distorção visível.

Câmera: X-T1
Lente: XF16-55mm f/2.8 a
16,0 mm (em 35 mm: 24,0 mm)
Prioridade de abertura
Velocidade do obturador: 1/1500 s
Abertura: f/8
ISO: 800
Fonte de luz: luz ambiente
Balanço de branco: automático

 

Don Craig

Biografia do fotógrafo

Don Craig, fotógrafo e designer gráfico da Província de British Columbia. Nas horas vagas, ele também faz trabalhos como freelancer e documenta a vida através de projetos pessoais de fotografia. Em seu trabalho, Don fotografa eventos, retratos, imagens de documentários e fotos para projetos de comunicação. Don usa uma câmera da Série X da Fujifilm e a carrega para todos os lugares...

Conheça o trabalho de Don e leia o seu blog em www.doncraigphoto.com

Siga-o no Twitter: https://twitter.com/doncraigphoto

Depoimento do fotógrafo

As câmeras X da Fujifilm e as lentes Fujinon XF produzem belas imagens e me proporcionam uma das melhores experiências ao fotografar que já tive.

Com o lançamento dessa lente zoom telefoto de alta qualidade (24-84 mm equivalente ao enquadramento completo), a Fujifilm disponibilizou a um amplo segmento de fotógrafos profissionais todas as ferramentas necessárias. A adição dessa lente à XF50-140 mm f/2,8 e o corpo da câmera X-T1 completam o conjunto que muitos fotógrafos usariam com muita satisfação em seu trabalho. Não cometa erros, essa é uma lente de qualidade profissional.

Versátil. Robusta. Rápida. Estas são as melhores formas de descrever essa lente. De um ângulo amplo a retratos, esse é o tipo de lente que muitos fotógrafos, principalmente os de eventos, usarão o tempo todo. A vedação contra intempéries confere versatilidade, enquanto a abertura máxima rápida e constante permite fazer praticamente qualquer tipo de foto, em quase todas as condições.

A ótima reputação da lente Fujinon será aperfeiçoada com o lançamento da lente XF16-55 mm f/2,8.

Trabalhos do fotógrafo

[Fotografia] Amostra de imagens

Retrato de dois músicos chineses tradicionais se apresentando em um evento do governo. Estava fotografando um evento em um local fechado com a lente XF16-55 mm em minha X-E2. Fiquei satisfeito em ver que poderia fazer essa foto quando me deparei com os artistas. Havia luz entrando pela janela atrás deles e a lente, com alcance completo, criou um retrato adorável. A capacidade de visualizar a foto no visor das câmeras X é indispensável. JPEG fora da câmera.

[Fotografia] Amostra de imagens

O orçamento é anunciado anualmente em um evento com a mídia e partes interessadas. As partes interessadas ficam atrás de painéis deslizantes até o início do evento. Com a distância focal mais ampla, 16mm, uma abertura rápida, f/2.8 e velocidade lenta do obturador, 1/4 s, capturei o momento em que os painéis se moveram, revelando as partes interessadas. JPEG fora da câmera.

[Fotografia] Amostra de imagens

Grande parte do meu trabalho se resume em tirar fotos de pessoas em ternos cinzas em palanques. Para tornar a vida mais interessante e contextualizar os eventos, tento capturar fotos dos bastidores, como essa da imprensa esperando para fazer perguntas ao Ministro das Finanças. Capturo essas imagens de bastidores em preto e branco para diferenciá-las das outras fotos. JPEG fora da câmera.

[Fotografia] Amostra de imagens

Um bom exemplo da versatilidade da lente XF16-55 mm. Um evento em um local fechado exige fotografar com diversas distâncias focais e aberturas. Essa lente pode fazer fotos amplas, assim como de amplitude intermediária, quando você deseja incluir o plano de fundo, como o pianista, na foto. Fotografe usando o flash para ressaltar o primeiro plano e equilibrar a luz ambiente. JPEG fora da câmera.

[Fotografia] Amostra de imagens

Distância focal intermediária usada para capturar a escala de sinalizadores suspensos acima da marcha de bombeiros. A habilidade de aproximar a imagem, ou neste caso, afastá-la à medida que os bombeiros se aproximavam, significa que eu pude permanecer em um local até o último momento, mas ainda assim obter uma série de fotos diferentes. JPEG fora da câmera.

[Fotografia] Amostra de imagens

Uma foto mais apertada com um ângulo mais amplo de visualização me permitiu capturar os bombeiros marchando nos jardins do Edifício do Parlamento. Em situações em que é difícil ou impossível se mover para tirar fotos, é muito bom contar com a versatilidade de um zoom como o da lente XF16-55 mm. JPEG fora da câmera.

 

Dyanne Wilson

Biografia do fotógrafo

Dyanne Wilson é fotógrafa profissional morando atualmente em Ottawa, Ontário. Dyanne estudou História da Arte na Universidade de Ottawa e recebeu mais formação técnica na Escola de Artes Fotográficas em Ottawa. Ela prefere o que é real e autêntico e ama transmitir o temperamento, a narrativa e a beleza de uma pessoa, lugar ou evento para suas imagens. Ela tem um forte interesse na diversidade cultural, como é expressada no ambiente construído, na natureza e na própria vida. Dyanne pode ser chamada para retratos, casamentos, festas de aniversário, eventos, arquitetura, interiores, alimentos e paisagens.

Seu trabalho é frequentemente destacado nas revistas Diplomat and International Canada e na Hello Canada! Revista Style magazine. Enquanto estava alocada para a Diplomat and International Canada ela fotografou mais de 30 Residências Oficiais e muitos retratos ambientais da comunidade diplomática de Ottawa. Ela também publicou dois livros: Diplomatic Spaces (Espaços Diplomáticos) e Impressions of Paris (Impressões de Paris).

Depoimento do fotógrafo

Eu amo a câmera Fujifilm X-T1. Adoro a possibilidade de ter uma câmera resistente ao clima, profissionalmente construída, sem o volume e o peso de uma DSLR. Como eu "vejo" em muitos comprimentos focais diferentes e sou muitas vezes contratada para documentar um evento onde eu me pego fotografando de tudo, desde a comida, retratos das pessoas, a cena, etc., a versátil lente Fujifilm com zoom 16-55 F2.8 cobre todas as bases com a qualidade de uma lente de distância focal fixa. Ainda que ela seja pesada comparada a algumas das lentes de distância focal fixa da Fujifilm, é longe de ser tão pesada quanto o que eu costumava ter que carregar antes de mudar para a Fujifilm. (Na verdade, é como ter quatro lentes de distância focal fixa em uma, pois eu teria que carregar a 16, 23, 35 e a 56 para ter a mesma versatilidade). E a qualidade de imagem é excepcional! A lente é nítida, rápida, resistente ao clima e tem um bokeh agradável o suficiente para disparar! É a lente que eu pego primeiro ao sair para um trabalho e, se eu pudesse comprar apenas uma lente, seria esta.

Trabalhos do fotógrafo

[Fotografia] Amostra de imagens

Comprei esta lente logo que foi lançada, em janeiro de 2015. Para o primeiro teste eu a usei em condições quase de nevasca. Tirei a foto a seguir em uma caminhada de rotina com meu cachorro na floresta. A imagem saiu exatamente como eu tinha imaginado, com suave bokeh e, com a velocidade do obturador relativamente lenta, ela capturou a neve caindo.

[Fotografia] Amostra de imagens

Estava indo ao centro para fazer algumas fotografias de rua com a tempestade de inverno como pano de fundo. Enquanto estava parada em um sinal vermelho, notei à minha esquerda o homem da frente acendendo seu cigarro e tive apenas o tempo suficiente para pegar minha câmera, abaixar o vidro do carro e fotografar esta cena enquanto eles atravessavam a rua.

[Fotografia] Amostra de imagens

Minha primeira missão com esta lente foi fotografar um evento ao ar livre para celebrar o bicentenário de Sir John A. MacDonald no final de janeiro. Fazia -35 ºC e eu iria ver quão bem as lentes funcionariam em temperaturas congelantes. No momento em que tirei a foto a seguir eu estava quase congelando e quis proporcionar ao espectador uma noção de quão clara e nítida aquela manhã estava. A equipe de hóquei feminina passou por ali e eu estava percebendo que poderia até mesmo ver sua respiração.

[Fotografia] Amostra de imagens

Tenho tendência a gostar de certa complexidade em minhas imagens. Aqui eu gostei do reflexo e da contradição dos vestidos de noiva sem alças, dos transeuntes agasalhados, da arquitetura de Ottawa e a neve. Processado com o Cromo Clássico da Fujifilm

[Fotografia] Amostra de imagens

Este é um exemplo de retrato que pode ser feito com a 16-55. Estava fotografando um evento e estas modelos foram convidadas para posar como manequins... Certamente elas ficaram bem paradas e eu usei o flash EF 42 Fuji, mas você ainda pode ver como seus olhos estão nítidos e ainda há uma suavidade à pele. Também gosto que o segundo plano ainda esteja reconhecível e você tem uma sensação de que ela está em uma loja de departamentos. O segundo plano é frequentemente parte da história.

[Fotografia] Amostra de imagens

Fui contratada para fazer um retrato de uma mulher que faz trabalhos de consultoria com frequência para as Nações Unidas. Ela queria ser retratada como inteligente, acessível e de autoridade em seu campo. Trouxe comigo minha 16-55 e trabalhei com ela. Amo como a cor de seu cabelo, cachecol e sua pintura trabalham em conjunto. A fonte de luz era simplesmente a janela à esquerda e, possivelmente, um refletor à sua direita. Pós-processamento mínimo com o pré-ajuste Camera Pro Neg Hi


Powered By OneLink