Lentes 4K da Fujifilm: mudar a indústria da televisão com uma qualidade de imagem fantástica

Ver em grande ecrã num cinema. Num televisor de ecrã plano em casa. Num dispositivo móvel em movimento. As pessoas vêm hoje mais vídeos e com muito mais expectativas. Para satisfação das exigências dos espetadores num mundo em permanente evolução, as indústrias cinematográfica e televisiva exigem o mais elevado nível de qualidade de imagem possível. Oferecendo uma resolução quatro vezes superior á definição HD, a popularidade 4K aumenta, estabelecendo um novo patamar para o cinema e programas televisivos.

Em 2015, a Fujifilm desenvolveu a série FUJINON UA, as primeiras lentes zoom 4K a nível mundial para utilização na transmissão televisiva, impulsionando a adoção desta nova norma. Esta série de produtos ajudou a conquistar a liderança das estações de televisão que transmitem exclusivamente em 4K e prevêm fazer gravações 4K dos próximos Jogos Olímpicos do Verão de 2016 no Rio de Janeiro. Subjacente a este grande avanço na qualidade de imagem televisiva, reside uma estratégia de produtos da Fujifilm que supera o conhecimento convencional sobre o que uma lente pode ou não ser.

Televisão e cinema: dois mundos diferentes de lentes das câmaras

No mundo da produção televisiva, os operadores de câmara selecionam e focam constantemente elementos significativos na cena que têm à sua frente. Por esta razão, no que respeita às câmaras e lentes, o manuseamento e a facilidade de operação constituem prioridades principais. As lentes das câmaras para televisão tem que ser leves, compactas e portáteis, bem como funções de zoom e de focagem de fácil utilização. Como os operadores de câmara de televisão têm de mudar agilmente o foco para vários temas enquanto filmam, estes tendem a favorecer as lentes de zoom de elevada ampliação. A Fujifilm começou a desenvolver lentes para câmaras de televisão nos anos 60 e, desde então, lançou uma vasta gama de produtos que satisfazem estes e muitos outros requisitos exigentes.

Assim. quando, em 2002, a Fujifilm entrou no mercado das câmaras de cinema, os engenheiros ficaram compreensivelmente preocupados com a acomodação das várias necessidades e da cultura da indústria cinematográfica. Contrastando com o mundo espontâneo da televisão, a filmagem de um filme requer a captura de cenas cuidadosamente planeadas com antecedência. Paralelamente, os artistas cinematográficos em papeís altamente especializados requerem muito tempo para tornar perfeito cada um dos detalhes. A qualidade de imagem assume prioridade em relação ao manuseamento e facilidade de operação. Apesar das grandes alterações em curso neste novo mercado em que a Fujifilm entrava, como a conversão para a projeção e captação digital, as lentes para câmaras de cinema refletiam ainda a tradição em colocar a qualidade da imagem acima de tudo.

4K como uma oportunidade de revolucionar as lentes para câmaras de cinema

Satisfazendo a necessidade de uma qualidade de imagem notável na indústria cinematográfica, a primeira câmara de cinema 4K chegou ao mercado em 2006. Em 2009, a Fujifilm lançou a primeira lente zoom a nível mundial para utilização com as câmaras de cinema digitais 4K. A Fujifilm apostou na sua capacidade própria ao desenvolver um tipo de lentes para câmara de cinema digital 4K completamente novo: compacta e leve com capacidade de zoom de elevada ampliação. Para maior flexibilidade, a unidade de acionamento do zoom e focagem era destacável da lente. A série FUJINON ZK foi revolucionária - um tipo híbrido, combinando a qualidade de imagem ultra elevada de uma lente para câmara de cinema com o manuseamento e a facilidade de operação da lente para câmara de televisão.

Contudo, os engenheiros da Fujifilm não se encontravam ainda satisfeitos. Queriam desenvolver uma lente para câmara de cinema ainda mais fácil de utilizar. O ambiente de produção cinematográfica tornava-se mais competitivo e uma lente mais versátil podia reduzir as horas dispendiosas no cenário ou na localização, permitindo aos operadores concentrarem-se na captação de imagens fantásticas. Embora confiantes na produção de um produto fora de série, os engenheiros enfrentaram de imediato desafios de conceção significativos.

O sensor de imagem de uma câmara para cinema é muito mais largo do que um de uma câmara para televisão. Por esta razão, a capacidade de zoom de elevada ampliação exige lentes pesadas e longas, excepto se o seu design for verdadeiramente inovador. Para criar uma lente super compacta e leve, os engenheiros necessitavam de desenvolver um complexo mecanismo de lente, desenvolver elementos de lente de espessura reduzida e diminuir o número de elementos da lente na sua globalidade. Adicionalmente, os engenheiros necessitavam de desenvolver a unidade de acionamento para oferecer a funcionalidade exigida pelas indústrias da televisão e cinema. Esta lente para câmara de cinema 4K requereria tecnologias de produção extremamente avançadas e, obviamente, a Fujifilm não permitiria o menor deslize no que se refere à estabilidade ou a qualidade de imagem.

Enquanto abraçavam estes desafios, os engenheiros da Fujifilm foram inspirados pelo facto de nenhuma outra empresa a nível mundial estar em posição de desenvolver as lentes imaginadas por estes. Efectivamente, na altura, a maioria dos outros fabricantes de lentes para câmaras de cinema não possuia tecnologia capaz de oferecer uma lente 4K com um zoom de elevada ampliação e uma unidade de desempenho com este nível de desempenho.

A adição de uma unidade de acionamento tornou a lente 4K um sucesso no ambiente televisivo.

A adição de uma unidade de acionamento tornou a lente 4K um sucesso no ambiente televisivo.

Respondendo alterações maiores nas indústrias televisiva e cinematográfica

Quando a Fujifilm apresentou a nova câmara de cinema digital aos operadores de câmara, estes comentaram "Parece uma lente para câmara de televisão!" No início, Manifestaram uma opinião negativa sobre o produto. Contudo, quando a Fujifilm revelou oficialmente a lente FUJINON ZK numa feira internacional, chegaram-nos encomendas de todo o mundo. Surpreendendo e encantando os peritos da indústria, a lente FUJINON ZK suplantou o conhecimento convencional, criando ondas na indústria cinematográfica.

Como um bónus inesperado, a lente FUJINON ZK cativou rapidamente os operadores de câmara de televisão, que a utilizavam nas suas câmaras 4K. Embora já houvesse uma forte procura pela captação 4K, não havia nenhuma lente 4K no mercado desenvolvida especificamente para as suas necessidades. Embora originalmente desenvolvidas para câmaras de cinema, as lentes FUJINON ZK provaram a eficácia na satisfação dos desafios da filmagem 4K para televisão.

Contudo, a especificação da câmara para cinema da FUJINON ZK ainda não satisfazia as necessidades da televisão: a taxa de ampliação do zoom não era suficientemente elevada e o desempenho da focagem não acompanhava as normas de captação da televisão. Era ainda necessário conceber uma lente 4K especificamente para televisão. Então, a Fujifilm, adiantou-se à concorrência e iniciou o desenvolvimento de uma lente 4K para câmara de televisão.

Comparação de imagens de alta definição e 4K

Impulsionar a adopção 4K na indústria televisiva

Ao desenvolver a série de lentes FUJINON UA para câmaras de televisão, a Fujifilm prestou especial atenção à opinião dos profissionais que utilizavam a lente FUJINON ZK nas aplicações para televisão, obtendo um conhecimento sólido das expetativas da indústria para a qualidade de imagem 4K.

As primeiras lentes 4K para televisão a nível mundial tiveram um fantástico acolhimento das estações de televisão, produtores de eventos e empresas de produção de vídeo. Em especial, desde o lançamento da série, a transmissão 4K de desportos ao vivo expandiu rapidamente. No Reino Unido, algumas empresas de transmissão de eventos desportivos otimizaram o potencial destas novas lentes para os carros de exterior 4K e mesmo para lançar canais de televisão com transmissão exclusivamente em 4K. Para assinalar a mudança para uma nova era da qualidade de imagem, muitas empresas de televisão adotaram a série FUJINON UA e preparam-se agora para gravar em 4K os Jogos Olímpicos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro.

Ao deixar de lado o conhecimento convencional e derrubar os muros que separam as indústrias, a Fujifilm ajudou a trazer a revolução 4K para a televisão e cinema. Devido ao seu sucesso na oferta de produtos de alteração do mercado, a Fujifilm pesquisa agora e desenvolve lentes para utilização em câmaras de resolução 8K.

Conteúdos relacionados:


Powered By OneLink